BAHIA / Jornais baianos ignoram caso Geddel

Uma redação é composta basicamente por jornalistas. Jornalistas sabem o que é notícia. Mas nem sempre podem simplesmente dar a notícia, porque não são donos. Não têm, portanto, a palavra final (comumente nem os donos podem bancar certas verdades).
Os jornalistas dos dois maiores e mais importantes jornais baianos hoje, domingo, não fizeram matérias próprias nem sequer citaram na capa o assunto que sacudiu o Brasil e o governo Temer neste sábado.

Vejam abaixo a capa de A Tarde e Correio. Nenhuma palavra sobre a queda do ministro da Cultura, relacionada a tentativas do ministro baiano Geddel Vieira Lima, de fazer o Iphan liberar um prédio de 30 andares na Ladeira da Barra.
O assunto, entretanto, é manchete principal de dois dos maiores jornais do país (Folha e Estado de São Paulo) e está em posição de destaque na capa do terceiro em importância, que é O Globo, esse às voltas com as consequências da prisão de dois ex-governadores do estado onde está sediado (Rio de Janeiro).

Na internet o tema continua em alta hoje, com muitas manifestações do público pedindo a queda de Geddel pelo episódio e prometendo mais dor de cabeça a Temer enquanto o ministro não sair do cargo.

O tema é ainda matéria principal no site do El País e ocupa posição de destaque no da Veja.

A oposição promete não dar sossego ao ministro baiano e exige providências a partir desta segunda-feira. Os deputados querem uma acareação de Geddel com o ex-ministro. A comissão de ética da Presidência avalia o caso amanhã.

A Folha, que detonou a bomba ontem, publica hoje desdobramentos, demonstrando que não vai parar por aí.

O processo de fritura é irreversível e sem retorno, até que Geddel entregue o cargo.

Coisa que ele não fará logo. Afinal, em entrevista ao Estadão, quando perguntado se Temer pediu o cargo, deu a impressão de que não entende a dimensão do problema. “Deixar cargo por isso? Pelo amor de Deus!”.

Já que considera o episódio tão sem importância, não deve ter sido dele né, a pressão para que os jornais baianos omitissem o tanto quanto possível o tema nas edições dominicais?

A Tarde pôs a matéria como principal em uma página interna, mas limitando-se a utilizar material de agências de notícias.

O Correio publicou pouco mais que uma notinha, no pé da página 8, sem sequer citar o nome de Geddel no título.

Obviamente, nenhum baiano deixará de saber dos fatos por causa disso, mas novos baianos saberão que não podem contar com seus jornais para se informar do que importa.

Por: www.tribunafeirense.com.br
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

[DESTAQUE][btop]