BRASIL / Após barrar lavrador por usar chinelo, juiz é condenado a pagar R$ 12 mil

O juiz do trabalho Bento Luiz de Azambuja Moreira foi condenado a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 12 mil ao agricultor Joanir Pereira, de Cascavel, no oeste do Paraná. A decisão foi proferida pelo juiz federal Alexandre Gauté, após Bento ter interrompido uma audiência porque o agricultor estava de chinelos. Na ocasião, ele alegou que o calçado "atentaria contra a dignidade do Judiciário".
De acordo com a sentença, Bento agiu “com culpa grave” e “de forma imprudente”. Ainda segundo o juiz federal, a atitude de Moreira "abalou a moral" do agricultor, que estava usando chinelos porque não tinha outro sapato. A Procuradoria da União no Paraná destacou que a conduta do condenado foi “absolutamente irrazoável e socialmente discriminatória”.

Por: www.metro1.com.br / Foto: Reprodução/ RPC
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

[DESTAQUE][btop]