POLÍTICA / Desembargador autoriza que Geddel deixe prisão mesmo sem tornozeleira eletrônica

Ex-ministro receberá equipamento em Salvador
O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF), autorizou nesta quinta-feira (13) que Geddel Vieira Lima (PMDB) deixe a cadeia para cumprir prisão domiciliar mesmo sem tornozeleira eletrônica.

Geddel havia recebido autorização para deixar o presídio da Papuda nesta quarta (12), mas pela falta de tornozeleiras em Brasília, continuou preso. Assim, por conta da falta do equipamento na capital do país, Geddel receberá a tornozeleira na Superintendência da Polícia Federal na Bahia em até 48 horas, conforme a decisão do magistrado. O ex-ministro deve chegar em Salvador até esta sexta-feira (14).

Vale citar que o desembargador Ney Bello, segundo o jornal O Globo, é professor da universidade de Gilmar Mendes, o IDP. Além de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes é muito próximo do PSDB e foi indicado ao Supremo por Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Além disso, ele mantém relação estreita com o presidente Michel Temer (PMDB), amigo pessoal de Geddel.

Também nesta quinta, o Ministério Público Federal pediu nova prisão de Geddel Vieira Lima após investigadores encontrarem novas provas que justificam manter o ex-ministro na cadeia. Na perícia feita pela Polícia Federal, foi revelado que Geddel ligou 17 vezes em um período de 19 dias para Raquel Pittar, mulher de Lúcio Funaro, para supostamente sondar se o operador do PMDB estaria disposto a fazer delação premiada.

Por: varelanoticias
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

[DESTAQUE][btop]