FIQUE SABENDO! / TV GLOBO preocupada com o abandono do Brasileirão

A TV GLOBO é uma emissora criticada por diversos motivos, alguns alheios ao nosso interesse que é o futebol. Nesta área sofre ressalvas pela overdose dos clubes Flamengo e Corinthians, enfim, este fato já está sacramentado e até aceitos pelos anos continuados na mesma política, Mengão e Timão. Mas não podemos negar que a emissora carioca zela por seus interesses e quando nota ou simplesmente desconfia que eles serão contrariados mete a colher, afinal de conta, no ano de 2019, vai desembolsar R$ 1,1 bilhão.
Este ano alguns clubes decidiram praticamente abandonar o Campeonato Brasileiro, torneio que já foi motivo de cobiça e orgulho depois de conquistado por muitos clubes. Um exemplo maior é o Grêmio, que mesmo na vice-liderança e com chances de reduzir a distância do Corinthians optou em colocar pela quarta vez e de forma consecutiva um time completamente reservas contra o Atlético-PR e acabou empatando em 0 x 0. O motivo: a Copa do Brasil e Libertadores.

A opção de um time B é uma decisão exclusiva técnico Renato Gaúcho isto ao arrepio próprio torcedor gremista, já que não tenho conhecimento qual a posição da direção do Grêmio. Será que Renato Gaúcho teria autonomia para tanto? Não se sabe. Ou melhor, eu não sei.

Palmeiras, Botafogo segue essa linha, ainda que o prêmio pela conquista do Brasileiro beire a casa dos 20 milhões de reais. A TV é claro, se preocupa que tais medidas venham desvalorizar seu produto em futuro próximo e já mexe os pauzinhos.

Calendário apertado varias competições de forma simultânea e no meio do caminho, os ordinários campeonatos estaduais que ocupam datas, não atendem os interesses dos clubes e do próprio torcedor, mas que no entanto é o motivo para sobrevivência das Federações Estaduais que por sua vez, é fundamental ferramenta para eleger o presidente da CBF. Este certamente é um dos motivos.

Hoje à tarde o site o UOL trás uma boa reportagem sobre a preocupação da TV como também da Confederação Brasileira de Futebol que acusa que está ciente do problema e ameaça medidas.

Veja
Além da CBF, a Globo está preocupada com o abandono do Brasileiro por alguns clubes como Grêmio que optaram por priorizar Copa do Brasil e Libertadores. A emissora já levou a discussão à CBF e atribui a questão ao calendário. O temor é de que a longo prazo isso desvalorize a competição.

A própria confederação está incomodada com a situação como revelou blog do Marcel Rizzo, e pensa em medidas a serem tomadas. A questão é que o principal ponto a ser mexido é o calendário em que a CBF manifesta pouca disposição de atuar por questões políticas.

Até agora, a utilização de reservas por times de frente como Grêmio, Palmeiras e Botafogo não teve impacto perceptível nos índices de audiência do Nacional. A disparada do Corinthians também não causou problemas na atratividade. O técnico gremista Renato Gaúcho chegou a escalar times completamente reservas em quatro jogos.

A preocupação da Globo é que a longo prazo o novo calendário com Libertadores e Copa do Brasil o ano inteiro deixe o Brasileiro em segundo plano para alguns clubes. Assim, a principal competição do país e maior produto da emissora poderiam perder em interesse no futuro.

O Brasileiro é o campeonato que gera o maior volume de recursos para o futebol nacional, com um contrato de TV que vai chegar a R$ 1,1 bilhão por ano a partir de 2019. Na visão da Globo, não faz sentido um clube desistir desta competição do ponto de vista financeiro. Até porque há premiações que vão até R$ 18 milhões para o campeão.

A emissora levou a discussão à CBF para ser analisada sob o ponto de vista do calendário de 2018. O documento está à espera de definições da Conmebol para ter formato final, e deve sair em setembro. Não há participação direta da Globo na elaboração do documento, mas a empresa é ouvida como parte do sistema.

Uma das questões é que o Brasileiro fica espremido em um período do ano curto por conta dos Estaduais. Assim, há menor espaço para os times pouparem jogadores com partidas em curto tempo, na sequência da Copa do Brasil e da Libertadores. Um maior espaçamento do Nacional do ano, com mais jogos aos finais de semana e durante tempo maior, aliviaria o problema.

A questão é que a CBF precisaria realocar os Estaduais e não deixá-los concentrados no início do ano. Isso gera resistências das federações estaduais, cujos clubes menores querem pagar por times por curtos períodos. As federações também não querem reduções de datas de suas competições.

Esse é o primeiro ano do novo calendário com Libertadores e Copa do Brasil no ano inteiro. Então, há uma avaliação de clubes, CBF e Globo de que há um período de adaptação. Além disso, há o caso excepcional de o Corinthians ter disparado. Ainda assim, há um temor de que o Brasileiro perca interesse no futuro.

Por: futebolbahiano
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

[DESTAQUE][btop]