MEIO AMBIENTE / Liberados R$ 2,8 mi para recuperar nascentes dos rios Paraguaçu, Subaé e Pojuca na Bahia

Os investimentos chegam R$ 2,83 milhões e serão executados pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento do Estado da Bahia, em quatro anos, na recuperação de florestas que margeiam nascentes nas bacias dos rios Paraguaçu, Subaé e Pojuca.
A bacia do rio Paraguaçu, com 614 quilômetros de extensão, responde por cerca de 60% do total do abastecimento de água na Grande Salvador. Foto: Reprodução
A recuperação das nascentes nas bacias contribui para aumentar a oferta de água para a população, o que irá melhorar a qualidade de vida dos moradores de Salvador, reduzindo a crise hídrica no Nordeste, região mais afetada pelo problema”, avalia o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho. Os resultados práticos do projeto serão monitorados pela Agência Nacional de Águas (ANA).

A região metropolitana de Salvador terá, ainda, um plano para implementar o pagamento por serviços ambientais, no modelo Produtores de Água, que envolverá a população local na recuperação dos mananciais, gerando emprego e renda.  Além das nascentes e das áreas que margeiam os corpos d´água, o projeto contribui, também, para preservar a estabilidade geológica, a biodiversidade, o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo, manter e ampliar a beleza cênica das paisagens.

PROJETOS
Somente a bacia do rio Paraguaçu, uma das beneficiadas pelo projeto, responde por cerca de 60% do total do abastecimento de água na Grande Salvador, com uma população de quase 4 milhões de habitantes. Serão contempladas APPs que contribuem diretamente para sua formação.

O Conselho Deliberativo do FNMA aprovou 18 projetos em vários estados, nos quais serão aplicados R$ 45 milhões. Os recursos vêm da parceria com o Fundo Clima, o Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal, o Fundo Socioambiental Caixa, o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos/Ministério da Justiça e a Agência Nacional de Águas.

Em junho, foi assinado ainda acordo de cooperação financeira entre a Embasa e a Caixa Econômica Federal, com interveniência da Sihs, no valor de R$ 3,2 milhões para a reabilitação florestal de áreas de preservação permanente (APPs) e nascentes dos rios Joanes e Jacuípe.

Por: WWW.VALBAHIA.COM, com informações do jornaldachapada.com.br
“Quando vocês tiverem dúvidas quanto a que posição tomar diante de qualquer situação, atentem… Se a Rede Globo for a favor, somos contra. Se for contra, somos a favor!”
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

SEJAM BEM VINDOS! TRABALHAMOS COM APOIO DE:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

[DESTAQUE][btop]