ESPORTE / Bahia anuncia volta de Guto Ferreira como técnico em 2018

GORDIOLA VOLTOU! A CONFIRMAÇÃO FOI FEITA ATRAVÉS DE SMS ENVIADO AOS SÓCIOS
Os detalhes, o alinhamento perfeito de todos os pontos e, sobretudo, a prudência recomendada e até mesmo a formalidade, eram os motivos que impediam a oficialização e anúncio do técnico Guto Ferreira pela diretoria do Bahia. No entanto, na tarde desta terça-feira tudo foi resolvido e o martelo batido. Agora sim, de forma oficial, podemos cravar. GUTO FERREIRA ESTÁ DE VOLTA AO BAHIA. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira, por meio de SMS para sócios. Veja abaixo.
Comandante das conquistas do acesso e da Copa do Nordeste, Guto Ferreira esta de volta ao Esquadrao  #socioesquadrao

Guto assinou com o Bahia até o fim de 2018 e chega ao Fazendão acompanhado dos auxiliares André Luis e Alexandre Faganello, além do preparador físico Juninho. Ele chega para substituir Paulo César Carpegiani que apesar de salvado o Bahia do rebaixamento e colocado na Sul-Americana nesta temporada, não contou a com a simpatia do presidente Guilherme Bellintani. Mas já não resta dúvida, gaúcho assim como Carpegiani, Guto Ferreira assume o clube agora com outra empreitada, se no passado sua tarefa era levar o clube para Série A, em 2018 seu papel é evitar o caminho de volta, e mais do que isso, conseguir campanhas melhores e conquistar títulos.

A primeira passagem de Guto Ferreira no Bahia foi iniciada no segundo semestre de 2016, quando o time disputava a Série B do Campeonato Brasileiro. Guto chegou ao Bahia em meio a disputa da Série B 2016, com o time na 9ª posição. Ao término da competição, com campanha de 60% de aproveitamento, classificou o Bahia de volta para a Série A. Na temporada 2017, levou o Bahia ao título da Copa do Nordeste, feito que não acontecia há 15 anos. Guto ganhou destaque pela solidez defensiva do time que não sofreu gols em 20 dos 31 jogos.

Após três partidas pelo Brasileirão, com duas derrotas e um triunfo, o treinador decidiu aceitar uma proposta do Internacional, arrumou as malas e se picou. Lá no Rio Grande sempre foi contestado antes mesmo de começar os trabalhos por parte da torcida colorada, ainda assim levou o barco até 35ª rodada quando foi demitido após uma campanha de 33 jogos com 17 vitórias, nove empates e sete derrotas, um aproveitamento de 58,5%.

Augusto Sérgio Ferreira, 52 anos, começou a carreira no XV de Piracicaba, seguiu para o São Paulo e em 1997 chegou para trabalhar nas categorias de base do Internacional. Além de participar da formação de diversos jogadores, comandou o time júnior na conquista da Copa São Paulo de 1998 e assumiu o time principal em 2002, sendo campeão gaúcho no mesmo ano.

No ano seguinte, deixou o Inter com o objetivo de adquirir experiência como treinador. Trabalhou no interior de São Paulo, no Noroeste e em dois clubes de Portugal até voltar para o Inter em 2005, quando passou a ser coordenador das categorias de base. A partir de 2008 passou a integrar a comissão técnica do grupo principal, tendo desempenhado as funções de auxiliar técnico e observador com os técnicos Tite, Mário Sérgio e Celso Roth.

Guto deixou novamente o Inter em 2011 para se dedicar a carreira de treinador. Em 2012, levou o Mogi Mirim ao inédito título de campeão paulista do interior e conseguiu o acesso para a Série C do Brasileirão. Ainda em 2012, salvou a Ponte Preta do rebaixamento na Série A. No ano seguinte, pela Ponte, Guto mais uma vez conquistou o título de campeão paulista do interior, tendo a melhor defesa da competição. Ainda em 2013, assumiu a Portuguesa na lanterna do Campeonato Brasileiro e salvou o time do Z4.

Guto assumiu a Ponte Preta novamente em meio a disputa da Série B de 2014, quando o time estava em 10º lugar. Com uma arrancada de 15 vitórias em 21 jogos e 77% de aproveitamento, conduziu a equipe de Campinas de volta para a elite do futebol nacional. Em 2015, conseguiu o seu 3º título de campeão do interior de São Paulo e chegou a liderar a Série A do Brasileirão com a Ponte.

Terminou a temporada na Chapecoense, mantendo o time na Série A. Em 2016, Guto conquistou o Campeonato Catarinense com o time de Chapecó. Com o bom trabalho feito em Santa Catarina, e aproveitamento de 56,2%, foi contratado pelo Bahia.

Por: futebolbahiano
“Quando vocês tiverem dúvidas quanto a que posição tomar diante de qualquer situação, atentem… Se a Rede Globo for a favor, somos contra. Se for contra, somos a favor!”
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

SEJAM BEM VINDOS! TRABALHAMOS COM APOIO DE:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]