PREPARE O BOLSO / Gás, escola, pãozinho... Baiano terá de lidar com aumentos de até 35% em 2018

Quando se trata de boletos, não tem pensamento positivo que dê jeito. E em 2018 não está sendo diferente. O ano mal começou e as notícias não são nada boas para as finanças de nós , mortais, que não ganhamos na Mega-Sena da virada. Até abril, o baiano vai pagar mais caro do pãozinho francês de cada dia à taxa de condomínio, aumentos que, segundo a Confederação Nacional de Donas de Casa e Consumidores, devem ser traduzidos em um acréscimo de aproximadamente 35% nos gastos básicos para manter uma casa.
Por exemplo, quem até 2017 gastava R$ 2.500 com gastos envolvendo compras em mercado, água, luz, telefone, condomínio e escola vai passar a ter que desembolsar cerca de R$ 800 a mais para arcar com os mesmos gastos. “Houve aumento de tudo: escola, transporte, gás e até estacionamento. Vai impactar muito no orçamento doméstico. Vai ficar muito pesado. Acreditamos que [o aumento no gasto] vai ser em torno de 35%”, analisou.

Harvard ou ensino médio?
A mensalidade dos colégios privados de Salvador aumentou até 10%, segundo levantamento feito pelo Jornal da Metrópole. Cursar o 6º ano do Ensino Fundamental no Gregor Mendel, por exemplo, está R$ 148 mais caro em relação ao ano passado, com a mensalidade saltando de R$ 1.480 para R$ 1.628. Para o 2º ano do Ensino Médio no Vilas, a correção foi ligeiramente menor, com a taxa de R$ 1.351 mudando para R$ 1.473 em 2018. De acordo com o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado (Sinepe-BA), cada unidade tem a liberdade de corrigir a mensalidade a partir de suas próprias necessidades.
Pãozinho francês até 5% mais caro até fevereiro: “Repassamos o mínimo
E nem o pão francês vai fugir do reajuste. De acordo com a Associação dos Proprietários de Padaria da Bahia, o pãozinho deve ter um aumento de cerca de 5% até o mês de fevereiro. “As farinhas estão sofrendo aumento a partir dessa semana. Também teremos o aumento de gás, energia elétrica, mão de obra”, listou o vice-presidente da associação, José Luiz Varela Lopes. De acordo com o presidente, o setor já enfrenta uma época de consumo mais “brando”, que deve ser ainda mais afetado. “Repassamos o mínimo possível. Claro que chega um ponto em que isso não é mais possível”, ressalta.

Passagem e gás com preços exorbitantes
Em janeiro, a passagem de ônibus em Salvador saltou de R$ 3,60 para R$ 3,70. “Falaram que ia ser R$ 4,35, R$ 4... É R$ 3,70. Só isso”, justificou o prefeito ACM Neto. O aumento da tarifa, segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), tem relação direta com o preço dos combustíveis como gasolina e diesel, que vivem em constante montanha-russa desde que a Petrobras mudou a forma de reajuste. Outro acréscimo que atingiu em cheio a população foi o do gás de cozinha, que segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), teve a maior alta em 15 anos.
Tá pouco? condomínio 7% mais caro 
Com a tarifa de água reajustada em 8,8% em 2017, o aumento do salário mínimo de R$ 937 para R$ 954 a elevação de cerca de 3% na conta de luz, a taxa de condomínio também entra na dança e acaba ficando ainda mais cara. De acordo com dados do Sindicato da Habitação da Bahia (Secovi-BA), os condomínios devem reajustar os valores cobrados em até 7% para conseguir suprir as demandas extras de início de ano. Ou seja, um empreendimento cujo valor mensal era de R$ 400 passará a cobrar dos moradores R$ 428.

Reflexo: alta inadimplência
O reflexo de todos esses aumentos, segundo a Economista-chefe do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), Marcela Kawauti, é o aumento da inadimplência no país. “Ela não acontece, necessariamente, em um mês difícil. Lá para março que começam a aumentar as taxas”, explicou. Em março do ano passado, por exemplo, o aumento foi de 0,24%. Já em abril de 2017, o percentual de famílias que não tiveram condições de pagar suas contas ou dívidas chegou a 9,7%.

Por: metro1
“Quando vocês tiverem dúvidas quanto a que posição tomar diante de qualquer situação, atentem… Se a Rede Globo for a favor, somos contra. Se for contra, somos a favor!”
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

SEJAM BEM VINDOS! TRABALHAMOS COM APOIO DE:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][grids]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

[DESTAQUE][btop]