POLÍTICA / Após ameaça de processo, ministro se retrata com mãe de Cazuza

Pelo Twitter, Vélez Rodríguez pediu desculpas a Lucinha Araújo
Foto: Sociedade Viva Cazuza
Após atribuir erroneamente uma frase ao cantor Cazuza, morto em 1990, o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, teve de se retratar. Pelo Twitter, o titular da pasta informou que ligou para a mãe de Cazuza, Lucinha Araújo, para "desfazer o equívoco".

"Liguei para Lucinha Araújo, mãe de Cazuza, para desfazer o equívoco de uma resposta que dei atribuindo a ele frase de um programa humorístico. A conversa foi tocante e combinamos uma visita a ela quando eu for ao Rio. O amor do coração de uma mãe por seu filho é algo valoroso", escreveu o ministro na rede social, ontem (5).

Mais cedo, Lucinha divulgou uma carta aberta na qual dizia que a menção de Vélez Rodriguez ao seu filho não era verdadeira, classificou o episódio como inadmissível e ameaçou processá-lo. Em entrevista à revista Veja, o ministro afirmou que Cazuza "pregava que liberdade é passar a mão no guarda". A frase foi criada e popularizada pelos humoristas do grupo Casseta & Planeta.

Por: metro1
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

SEJAM BEM VINDOS! TRABALHAMOS COM APOIO DE:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]