MEIO AMBIENTE / A morte anunciada do Rio Jacuípe em Várzea da Roça/BA

O Rio Jacuípe é uma das referências ambientais e simbólicas de Várzea da Roça e toda Bacia do Jacuípe.
Em Várzea da Roça, por muitos anos, o Jacuípe serviu como ponto turístico e de lazer para muitos Varzeanos e visitantes das cidades circonvizinhas.
A degradação do Rio Jacuípe em Várzea da Roça/BA |  Foto: Arquivo do site Val Bahia News do ano de 2015.
Em Várzea da Roça, por muitos anos, o Jacuípe serviu como ponto turístico e de lazer para muitos Varzeanos e visitantes das cidades circonvizinhas.
População usando a Barragem de Morrinhos/Flori transbordando após as fortes chuvas de 2016 como ponto turístico e de lazer. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
População usando a Barragem de Morrinhos/Flori transbordando após as fortes chuvas de 2016 como ponto turístico e de lazer. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
+ ABANDONADA, BARRAGEM DO FLORI ENTRE OS MUNICÍPIOS DE VÁRZEA DA ROÇA E VÁRZEA DO POÇO ESTÁ TRASBORDANDO.

Um dos locais mais frequentados pela população e visitantes quando o rio estava no auge fica próximo ao povoado de Morrinhos, no local da antiga passagem de acesso entre os municípios de Várzea da Roça e Várzea do Poço.
Com vegetação invasora tomando lugar da mata ciliar que é de extrema importância para evitar a erosão do solo nas margens dos rios, o local já foi fonte de sustento para muitos pescadores, até o desmatamento ligado a falta de ações dos governantes e o uso incorreto da população, entre outros fatores, levarem a uma degradação significativa desse patrimônio natural.
Sem as matas ciliares, o Rio Jacuípe vem sofrendo com o processo de assoreamento. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
Com vegetação invasora tomando lugar da mata ciliar que é de extrema importância para evitar a erosão do solo nas margens dos rios, o local já foi fonte de sustento para muitos pescadores, até o desmatamento ligado a falta de ações dos governantes e o uso incorreto da população, entre outros fatores, levarem a uma degradação significativa desse patrimônio natural.
Para os que sobreviviam das riquezas naturais do Jacuípe, o local é apenas lembrança, e muitos chegam a se emocionar ao lembrar da passagem que em outrora se fazia de jangada ou mapeando locais mais rasos para a travessia com carros de boi, rural, jeep, camionetas entre os municípios de Várzea da Roça e Várzea do Poço.
Pescador na Barragem de Morrinhos após as fortes chuvas de 2016. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
Para os que sobreviviam das riquezas naturais do Jacuípe, o local é apenas lembrança, e muitos chegam a se emocionar ao lembrar da passagem que em outrora se fazia de jangada ou mapeando locais mais rasos para a travessia com carros de boi, rural, jeep, camionetas entre os municípios de Várzea da Roça e Várzea do Poço.
Atualmente do rio ainda se extrai o barro para poucas olarias e produção artesanal de panelas e vasilhas de barro em um trabalho de louceiras que insistem em manter a tradição, além da captação de água para algumas cidades vizinhas e para irrigação no perímetro irrigado na localidade de Irrigação no município de Várzea da Roça/BA.
Local da antiga passagem antes da construção da ponte na BA-422 entre os municípios de Várzea da Roça e Várzea do Poço.
Atualmente do rio ainda se extrai o barro para poucas olarias e produção artesanal de panelas e vasilhas de barro em um trabalho de louceiras que insistem em manter a tradição, além da captação de água para algumas cidades vizinhas e para irrigação no perímetro irrigado na localidade de Irrigação no município de Várzea da Roça/BA.
Tendo sua nascente em Morro do Chapéu, o Jacuípe possui cerca de 500 quilômetros de extensão, estão entre os percursos do rio as cidades de Miguel Calmon, Piritiba, Várzea do Poço, Mairi, Serrolândia, São José do Jacuípe, Várzea da Roça, Capela do Alto Alegre, Santa Luz, Gavião, São Domingos, Nova Fátima, Riachão do Jacuípe, Retirolândia, Candeal, Serra Preta, Feira de Santana, São Gonçalo dos Campos e Conceição da Feira e desembocando na Região Metropolitana de Salvador. Além disso, o Jacuípe compõe o lago da Barragem de Pedra do Cavalo, responsável por grande parte do abastecimento de água na Bahia.
Local usado na fabricação de tijolos e panelas de barros. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
Tendo sua nascente em Morro do Chapéu, o Jacuípe possui cerca de 500 quilômetros de extensão, estão entre os percursos do rio as cidades de Miguel Calmon, Piritiba, Várzea do Poço, Mairi, Serrolândia, São José do Jacuípe, Várzea da Roça, Capela do Alto Alegre, Santa Luz, Gavião, São Domingos, Nova Fátima, Riachão do Jacuípe, Retirolândia, Candeal, Serra Preta, Feira de Santana, São Gonçalo dos Campos e Conceição da Feira e desembocando na Região Metropolitana de Salvador. Além disso, o Jacuípe compõe o lago da Barragem de Pedra do Cavalo, responsável por grande parte do abastecimento de água na Bahia.

Estão também entre os percursos do rio às barragens do França (Piritiba), Barragem do Morrinhos/Flori (Várzea da Roça) e Barragem do Jacuípe/João Durval Carneiro (Várzea da Roça/São José do Jacuípe) a segunda maior em capacidade do Estado entre outras.

Por: Val Bahia News
Ponte entre os municípios de Várzea da Roça e Várzea do Poço após as fortes chuvas de 2016. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
Foto de momento raro em que o Rio Jacuípe transborda entre os municípios de Várzea da Roça e Várzea do Poço após as fortes chuvas de 2016. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
População em pequena Barragem no município de Várzea do Poço após chuvas. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
Foto do ano de 2017 mostra local da captação de agua para a cidade de Várzea da Roça/BA quase sem condições de uso. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
Foto do ano de 2016 mostra local que estava submerso pelas águas na Barragem João Durval Carneiro/Jacuípe. Foto: Arquivo do site Val Bahia News.
Este espaço não tem, e nunca teve, fins lucrativos. As eventuais propagandas são veiculadas gratuitamente, isso quando acho que merecem divulgação. Diferente do que muitos pensam, não ganho e nunca ganhei nada por acessos e/ou outras formas, com exceção da Várzea Net, pois eles me fornecem a internet, e as vezes, bem eventualmente, recebo algumas pequenas doações. Faço esse trabalho com amor, e venho tentando, de alguma forma, desfazer o que a maioria da imprensa porca e parcial, da região, vem fazendo. Não acredito que uma imprensa que se diz imparcial fique ganhando de prefeituras e/ou de qualquer político para expor seus trabalhos ou até divulgar banners dos mesmos nesses sites e blogs ditos imparciais. Damos boas vindas e agradecemos a todos pela visita. Este site é dedicado a todos os Varzeanos que estão em outras cidades e estados do Brasil, e que sentem saudades de tudo de Bom que tem neste lugar (Várzea da Roça/BA). Fiquem a vontade para acompanhar ao máximo as notícias e informações aqui divulgadas. Aproveitem para ouvir a Rádio Ouricuri.
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

top ads

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA:

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO:

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA:

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MEIO AMBIENTE:

[MEIO AMBIENTE][stack]