MUNDO / Todas as pistas que levam a Bolsonaro: justiça brasileira ainda não esclarece quem mandou matar Marielle Franco

Este 14 de março foi o ano exato desde o assassinato do vereador do Rio de Janeiro, e dois dias antes da polícia brasileira conseguiu capturar os autores do crime: estes são dois ex-policiais que fazem parte de uma milícia do mesma cidade. Ainda não há evidências para esclarecer quem ordenou sua morte, mas várias pistas apontam para o presidente brasileiro.
Ao longo da quinta-feira, várias praças e ruas do Rio de Janeiro (Brasil) foram o ponto de encontro de vários grupos de pessoas, que vieram com bandeiras, flores e cartazes com homenagens exigiu justiça para Marielle Franco, o vereador desta cidade Um ano atrás ela foi baleada até a morte com seu motorista, Anderson Gomes .

Feminista, lésbica, preto e filha da favela, como ela foi descrita, Franco tinha 38 anos, foi eleito para o cargo em 2016 com o quinto maioria, e assassinato que remonta a 14 de março de 2018, quando um atirador Ele disparou várias vezes no carro em que viajava depois de sair de um evento de trabalho.

Dois dias antes do primeiro aniversário, na terça-feira 12 de março de polícia brasileira capturou dois policiais militares que seriam os supostos assassinos :  Ronnie Lessa , 48, que disparou 13 tiros contra o veículo, e  Élcio Vieira de Queiroz , 46 , que estava dirigindo o carro em que seu parceiro estava.

Ambos faziam parte do  Escritório de Crime, um grupo de homens armados ligados a um bairro Pedras Rio milícia das , no oeste do Rio de Janeiro, de acordo com investigadores do Ministério Público, o ataque foi planejado em detalhes por três meses e foi motivado pelo desempenho político do conselho, que era conhecido por confrontar e denunciar o desempenho de tais grupos paramilitares nas favelas.

A polícia assegurou que a autoria material do crime é esclarecida, mas, em contraste, não há provas para orientar quem eu mando matar. No entanto, há várias pistas que apontam para uma figura altamente conhecida: o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro.
1. O assassino vivia no mesmo condomínio que Bolsonaro
Ronnie Lessa, o ex-policial que atirou, morava no condomínio Vivendas da Barra, no bairro da Barra da Tijuca. Curiosamente Jair Bolsonaro também tem uma casa neste condomínio, e seu filho Carlos Bolsonaro ele vive o motorista e homem de frente Flávio Bolsonaro,  Fabrício de Queiroz, e outros conselheiros do primogênito do presidente.

Naquele mesmo bairro, foi montada a campanha presidencial de QG de Bolsonaro.

2. A filha do assassino era a namorada de um filho de Bolsonaro
Outro antecedente que surgiu associado ao anterior é que o filho de Bolsonaro, Jair Renán, de 20 anos, era namorado da filha de Lessa, a assassina. Consultados sobre o assunto, os promotores descartaram que essa informação tivesse importância.

3. Aquele que estava dirigindo o carro tinha uma foto com Bolsonaro
Uma foto divulgada pela mídia brasileira mostra Presidente Jair Bolsonaro abraçou o ex-policial Élcio Queiroz, motorista do carro de onde vieram os tiros que mataram Marielle e Anderson.

Ambos sorriem na imagem, que originalmente foi publicada por Queiroz em sua conta do Facebook. Perguntado sobre o assunto, ele disse Bolsonaro foi removido fotos com muitos policiais e, na mesma conferência de imprensa, disse que não sabia nem Marielle antes de seu assassinato, embora o seu filho Charles também foi eleito vereador de Rio.
4. O chefe da milícia trabalhou para o filho de Bolsonaro
Algumas semanas atrás, soube-se que a mãe e a esposa de um suspeito no Escritório do Crime trabalhavam no gabinete de Flávio Bolsonaro, o filho mais velho do presidente e que agora é senador pelo Rio de Janeiro. Ambos trabalhavam para o parlamentar desde seu tempo como senador.

Este é  Adriano Magalhães da Nóbreg a, que era capitão da polícia militar e atualmente é fugitivo desde fevereiro passado.

5. O problema das milícias
As milícias são máfias formadas por civis, bombeiros militares e policiais, tanto reformados e activos, que controlam parte dos territórios do oeste do Rio de Janeiro.

Eles foram originalmente catalogada pela imprensa e alguns políticos como  "auto - grupos de defesa" porque os traficantes expulsos ou mortos e privou-os de controle territorial das favelas. No entanto, atualmente os bairros controlados por esses grupos operam praticamente como  um Estado paralelo,  onde lidam com áreas como transporte, venda de gás, conexões ilegais de luz, internet e mercado imobiliário.

Tanto o presidente quanto seus filhos são defensores das milícias há anos.

Por: cnnchile
Este espaço não tem, e nunca teve, fins lucrativos. As eventuais propagandas são veiculadas gratuitamente, isso quando acho que merecem divulgação. Diferente do que muitos pensam, não ganho e nunca ganhei nada por acessos e/ou outras formas, com exceção da Várzea Net, pois eles me fornecem a internet, e as vezes, bem eventualmente, recebo algumas pequenas doações. Faço esse trabalho com amor, e venho tentando, de alguma forma, desfazer o que a maioria da imprensa porca e parcial, da região, vem fazendo. Não acredito que uma imprensa que se diz imparcial fique ganhando de prefeituras e/ou de qualquer político para expor seus trabalhos ou até divulgar banners dos mesmos nesses sites e blogs ditos imparciais. Damos boas vindas e agradecemos a todos pela visita. Este site é dedicado a todos os Varzeanos que estão em outras cidades e estados do Brasil, e que sentem saudades de tudo de Bom que tem neste lugar (Várzea da Roça/BA). Fiquem a vontade para acompanhar ao máximo as notícias e informações aqui divulgadas. Aproveitem para ouvir a Rádio Ouricuri.
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

top ads

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA:

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO:

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA:

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MEIO AMBIENTE:

[MEIO AMBIENTE][stack]