NORDESTE / Depois de aproximadamente 900 km de viagem, cavaleiros de Patos de Minas chegam à Bom Jesus da Lapa

Fé, oração, união, companheirismo e lealdade. Montados no lombo de mulas e burros, sete cavaleiros do município de  Patos de Minas(MG ) enfrentaram temperaturas baixas, sol escaldante,  chuvas e principalmente o cansaço para percorrer aproximadamente 900 km até o Santuário do Bom Jesus da Lapa, na  cidade de Bom Jesus da Lapa, no Oeste da Bahia. Depois de muita persistência chegou ao fim à peregrinação que durou 17 dias. Na Capital Baiana da Fé, que recebe a terceira maior romaria do país, os tropeiros encerraram nesta sexta-feira(8), a cavalgada para conhecer o Santuário do Bom Jesus da Lapa.
Fábio Silvério, um  dos organizadores da tropeada, afirmou que a viagem foi uma grande lição de vida para todos os cavaleiros, que são agricultores da região de Patos de Minas. E mesmo o peão sendo duro, não resistiu a emoção ver o Santuário. Esse pessoal é da região de Patos de Minas, todos da área agrícola, todo mundo labuta com a sua propriedade lá. E todo mundo lá tem uma devoção, uma fé particular, e na proposta de fortalecer a nossa devoção, juntamos as forças, e viemos até a cidade de Bom Jesus da Lapa na Bahia, que o pessoal de nossa região tem como referência de procissão de fé e devoção. Chegar aqui foi muita emoção, você ver o peão correr as lagrimas nos olhos mesmo”, afirmou.
Fábio Silvério, um  dos organizadores da tropeada.
Ele frisou, que a viagem foi realizada em duas etapas, uma de 10 dias, e outra de 7, viajando com uma marcha de 35 a 50 km por dia, que era a distância confortável para os animais. A viagem foi um pouco cansativa, e a gente mantinha sempre os cuidados dos animais. Porque a gente vir é fácil, difícil e trazer eles. É muita fé e vontade de chegar”, disse.
E a gente por não conhecer o Santuário, e por ser uma referência de fé na nossa região, Noroeste de Minas. O pessoal do Sul de Minas pucha para Aparecida, e a gente com essa intenção de vir em uma romaria, viemos para o Bom Jesus”, disse.
Hospitalidade
Em contato com a equipe do site Notícias da Lapa, o grupo agradeceu a hospitalidade das pessoas da Bahia. “Quando entramos na Bahia encontramos um pessoal muito receptivo, e muito cheio de fé também, e que foi animando a gente – vai mais um pouco!” Destacou Silvério.

Viagem tranquila
De acordo Silvério, a viagem transcorreu de forma tranquila e nenhum animal ou cavaleiro precisou de cuidados especiais ou atendimento médico. E que a única tristeza, foi a perda de um dos animais, que não foi encontrado durante a pastagem, e por não conhecerem a região, não tiveram muito o que fazer.

Animais
No total, 14 animais, entre burros e mulas participaram da cavalgada, chegando 13 em Bom Jesus da Lapa.

Essa foi à primeira vez que o grupo realizou uma cavalgada para Bom Jesus da Lapa.

Por: bomjesusdalapanoticias

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]