SÃO PAULO / Tiros deixam 10 mortos em escola de Suzano (SP).

Duas pessoas encapuzadas efetuaram disparos dentro de uma escola em Suzano (Grande São Paulo) matando ao menos oito pessoas na manhã de hoje, segundo informações da Polícia Militar. Os dois atiradores cometeram suicídio, totalizando em dez o número de mortos na ação.
Entre os mortos, estão ao menos quatro alunos do ensino médio e dois funcionários da Escola Estadual Professor Raul Brasil, além dos dois atiradores. Outras duas pessoas morreram no hospital e ainda não se sabe se eram alunos ou funcionários. Também não se sabe o que motivou o crime nem a identidade dos mortos, que só será informada pelo governo do estado após as famílias serem notificadas.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo, coronel Marcelo Salles, os assassinos aparentavam ter entre 20 e 25 anos.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), foi até o local do massacre e disse que, de acordo com a diretora da escola, eles não seriam alunos do local.

"A cena mais triste que já assisti em toda minha vida e fico muito triste que este fato ocorra no nosso país e aqui em São Paulo", disse o governador.

O governo do estado informou que outras dez pessoas ficaram feridas. Pelo menos um estava em estado grave. Ainda não há informações sobre seus estados de saúde dos demais.

A Escola Estadual Raul Brasil fica na rua Otavio Miguel da Silva, no bairro Parque Suzano. Segundo o Censo Escolar 2017, a unidade de ensino tem 105 funcionários e 1.067 alunos. Os estudantes são do 5º ano ao ensino médio, sendo a maioria alunos de ensino médio.

Como foi a ação
Segundo Salles, antes de chegar à escola, os dois atiradores atiraram contra o dono de um lava-rápido próximo a unidade de ensino. O homem foi socorrido para a Santa Casa de Misericórdia em Suzano, e passa por uma cirurgia.

Do lava-rápido, eles se dirigiram à escola. Um vídeo de uma câmera de segurança mostra os dois atiradores chegando na escola em um carro branco, em frente à entrada da unidade de ensino.

Eles entraram pela porta da frente, atiraram contra a coordenadora pedagógica e contra outra funcionária da escola. "Estava na hora do lanche. Eles se dirigiram ao pátio, atiraram em mais quatro alunos do ensino médio. Nesse horário, só tínhamos alunos do ensino médio", disse Salles.

Do pátio, os atiradores seguiram em direção ao centro de línguas. "Os alunos do centro de língua se fecharam na sala junto com a professora e eles [os atiradores] se suicidaram no corredor", concluiu.

Assassinos usaram revólver e besta
Ainda segundo Salles, os dois usaram um revólver calibre 38 e uma besta (espécie de arco e flecha disparado por um gatilho). Eles fizeram uso de quatro carregadores de munição, conhecidos como jet loaders.

"É uma ação vil, totalmente imponderada. Eu tenho 34 anos de serviço e não tinha visto ainda uma ocorrência com um artefato desse, a besta. Totalmente despropositado e imponderável", disse Salles.

Vídeo mostra corpos na escola
Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o interior da escola após o massacre. Nas imagens é possível ver pelo menos quatro corpos no chão, enquanto outros estudantes correm desesperados e gritando.

Fotos mostram também dois corpos que seriam dos atiradores. Um deles usava uma máscara de caveira, boné e roupas pretas, cinto e luvas. É possível ver uma besta ao lado dos corpos.

Testemunhas relatam pânico
Uma mulher que se identificou apenas como Andrea contou, em entrevista à GloboNews, que a filha de 15 anos estuda na escola e contou que era hora do intervalo, escutou um tiro e achou que era uma bomba.

"Aí [ela disse que] escutou outro tiro e ouviu gente falando: "corre, corre". Os alunos correram em direção ao banheiro, se tumultuaram lá e eles [os atiradores] não pararam de atirar", disse.

Um aluno que não foi identificado falou à CBN que viu um dos alunos parado em choque e que ele levou dois tiros, no peito e na barriga. "Eu só olhei para o meu irmão, peguei meu irmão e a gente só correu", contou.

Por: uol
Este espaço não tem, e nunca teve, fins lucrativos. As eventuais propagandas são veiculadas gratuitamente, isso quando acho que merecem divulgação. Diferente do que muitos pensam, não ganho e nunca ganhei nada por acessos e/ou outras formas, com exceção da Várzea Net, pois eles me fornecem a internet, e as vezes, bem eventualmente, recebo algumas pequenas doações. Faço esse trabalho com amor, e venho tentando, de alguma forma, desfazer o que a maioria da imprensa porca e parcial, da região, vem fazendo. Não acredito que uma imprensa que se diz imparcial fique ganhando de prefeituras e/ou de qualquer político para expor seus trabalhos ou até divulgar banners dos mesmos nesses sites e blogs ditos imparciais. Damos boas vindas e agradecemos a todos pela visita. Este site é dedicado a todos os Varzeanos que estão em outras cidades e estados do Brasil, e que sentem saudades de tudo de Bom que tem neste lugar (Várzea da Roça/BA). Fiquem a vontade para acompanhar ao máximo as notícias e informações aqui divulgadas. Aproveitem para ouvir a Rádio Ouricuri.
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

top ads

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA:

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO:

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA:

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MEIO AMBIENTE:

[MEIO AMBIENTE][stack]