SÃO PAULO / Projeto de lei pretende proibir o abate do jumento no Brasil

Proposta do deputado Ricardo Izar (PP-SP) afirma que animais são submetidos a maus-tratos no país
O Projeto de Lei 1.218/2019, proposto pelo deputado Ricardo Izar (PP-SP), pretende declarar o jumento (Equus asinos) como patrimônio nacional. Caso seja aprovada e vire lei, a proposta pretende proibir o abate do animal em todo o território nacional. Na justificativa do texto, Izar relata casos de maus-tratos dos animais no abate comercial. O jumento abatido é exportado pela China. “Não há como aceitar os maus-tratos a que estão sendo submetidos esses animais, apenas visando a exploração comercial, sem qualquer dignidade”, diz trecho da justificativa. O parlamentar ainda lembra que em 2006 havia cerca de 1,2 milhão de animais no país e que, em 2011, esse número tinha caído 25%. Ele teme a possibilidade de os jumentos serem extintos no país.

Por: otempo

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]