BRASIL / Morre catador que foi fuzilado pelo Exército no Rio

Luciano Macedo foi gravemente ferido quando tentava ajudar família do músico Evaldo Rosa, morto quando carro em que estava foi atingido por mais de 80 disparos efetuados por militares.
Cinco pessoas estavam no veículo que foi alvo de disparos de militares no Rio
O catador de material reciclável Luciano Macedo morreu na madrugada desta quinta-feira (18/04), depois de 11 dias internado, em decorrência dos tiros que levou durante uma ação de militares em Guadalupe, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Macedo é o segundo morto em decorrência da ação dos militares em Guadalupe. O outro é o músico Evaldo Rosa dos Santos, de 51 anos, que morreu no local depois de ser atingido por vários tiros, disparados por militares do Exército.

Evaldo ia com a família para um chá de bebê quando o veículo em que eles estavam foi atingido por mais de 80 disparos, no dia 7 de abril, um domingo. Cinco pessoas, incluindo uma criança de 7 anos, estavam no carro.

Macedo foi baleado com gravidade quando tentava ajudar Evaldo e os familiares. Os militares também atingiram o sogro de Evaldo, Sérgio Araújo, que foi ferido nas costas.

Em uma nota divulgada à imprensa, no dia da ocorrência, o Comando Militar do Leste disse que um pedestre tinha sido atingido num tiroteio, mas não assumiu a autoria dos tiros que atingiram o catador, apesar de ter assumido a responsabilidade pelos disparos que mataram Evaldo e feriram Sérgio.

O Exército afirmou inicialmente que efetuou os disparos contra um veículo roubado. Nove militares foram presos preventivamente por decisão da Justiça Militar depois que o Exército abriu investigação sobre o tiroteio, devido a inconsistências na versão dos militares envolvidos.

O ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, disse que o assassinato do músico por militares é "um fato isolado".

O presidente da República, Jair Bolsonaro, que se manifestou sobre a morte de Evaldo apenas cinco dias depois, disse lamentar o "incidente" e afirmou que está sendo apurada a responsabilidade do caso e que nada será "jogado para debaixo do tapete".

"O Exército não matou ninguém, não. O Exército é do povo, a gente não pode acusar o povo de assassino, não. Houve um incidente, houve uma morte. Lamentamos a morte do cidadão trabalhador, honesto. E está sendo apurada a responsabilidade. No Exército, sempre tem um responsável. Não existe essa de jogar para debaixo do tapete. Vai aparecer um responsável, uma perícia já foi pedida para que realmente tenhamos a certeza do que aconteceu naquele momento", afirmou em Macapá.

O advogado dos militares do Exército suspeitos de matar Evaldo, Paulo Henrique Pinto de Mello, será condecorado pelo governo. Ele receberá a "Medalha da Vitória", referente a missões de paz da Segunda Guerra Mundial. O nome dele está entre os homenageados pelo Ministério da Defesa em uma lista publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira.

Segundo o portal UOL, a condecoração foi decidida antes de o advogado assumir o caso dos militares que mataram o músico, e assinada pelo ministro da Defesa em 12 de abril.

Por: dw
Este espaço não tem, e nunca teve, fins lucrativos. As eventuais propagandas são veiculadas gratuitamente, isso quando acho que merecem divulgação. Diferente do que muitos pensam, não ganho e nunca ganhei nada por acessos e/ou outras formas, com exceção da Várzea Net, pois eles me fornecem a internet, e as vezes, bem eventualmente, recebo algumas pequenas doações. Faço esse trabalho com amor, e venho tentando, de alguma forma, desfazer o que a maioria da imprensa porca e parcial, da região, vem fazendo. Não acredito que uma imprensa que se diz imparcial fique ganhando de prefeituras e/ou de qualquer político para expor seus trabalhos ou até divulgar banners dos mesmos nesses sites e blogs ditos imparciais. Damos boas vindas e agradecemos a todos pela visita. Este site é dedicado a todos os Varzeanos que estão em outras cidades e estados do Brasil, e que sentem saudades de tudo de Bom que tem neste lugar (Várzea da Roça/BA). Fiquem a vontade para acompanhar ao máximo as notícias e informações aqui divulgadas. Aproveitem para ouvir a Rádio Ouricuri.
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

top ads

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA:

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO:

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA:

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MEIO AMBIENTE:

[MEIO AMBIENTE][stack]