NORDESTE / Governadores do Nordeste articulam volta do Mais Médicos à região

Organizados pelo Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste), os governadores da região buscam voltar a contratar médicos cubanos após o Programa Mais Médicos perder a colaboração dos profissionais da ilha caribenha.
Karina Zambrana/Ascom-MS/Fotos Públicas
A iniciativa dos 9 Estados do Nordeste foi formalizada em março e o seu primeiro presidente será Rui Costa (PT), governador da Bahia. A organização também incluiu em sua agenda críticas à reforma da Previdência e ao decretos das armas de Jair Bolsonaro (PSL).

O deputado federal José Guimarães (PT-CE) afirma em entrevista à Sputnik Brasil que uma das prioridades é voltar a oferecer assistência médica em cidades que ficaram sem cobertura após a saída dos cubanos do Mais Médicos.

Cuba decidiu convocar os profissionais da saúde que trabalhavam no Brasil após a eleição de Bolsonaro alegando que o novo presidente fez referências "depreciativas e ameaçadoras" aos seus profissionais.

Desde então, o Governo Federal tentou, sem sucesso, substituir os cubanos. Segundo levantamento do jornal O Globo, 42% das cidades brasileiras que chegaram a ter médicos cubanos seguem sem conseguir preencher todas suas vagas. Quando o convênio com Cuba ainda estava vigente, esta cifra era de 23%. O Nordeste é a região mais afetada pela falta desses profissionais da saúde.

"O governo Bolsonaro cometeu um grave atentado à saúde das populações mais carentes de todo o país, especialmente no Nordeste. Com o Mais Médicos, a maioria das comunidades rurais que não têm acesso a nada receberam pela primeira vez um médico", diz Guimarães à Sputnik. "Muitos dos médicos brasileiros não têm disposição de irem morar lá nas comunidades rurais, quilombolas e indígenas."

Mais de 8 mil médicos cubanos chegaram a trabalhar no Brasil. Eles preencheram vagas que primeiro foram oferecidas aos profissionais brasileiros.

A contratação dos médicos cubanos seria feita pelo Consórcio Nordeste junto à Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), sem passar pelo Governo Federal.

"Se a União não faz, os Estados podem fazer", diz Guimarães.

Por: sputniknews
Este espaço não tem, e nunca teve, fins lucrativos. As eventuais propagandas são veiculadas gratuitamente, isso quando acho que merecem divulgação. Diferente do que muitos pensam, não ganho e nunca ganhei nada por acessos e/ou outras formas, com exceção da Várzea Net, pois eles me fornecem a internet, e as vezes, bem eventualmente, recebo algumas pequenas doações. Faço esse trabalho com amor, e venho tentando, de alguma forma, desfazer o que a maioria da imprensa porca e parcial, da região, vem fazendo. Não acredito que uma imprensa que se diz imparcial fique ganhando de prefeituras e/ou de qualquer político para expor seus trabalhos ou até divulgar banners dos mesmos nesses sites e blogs ditos imparciais. Damos boas vindas e agradecemos a todos pela visita. Este site é dedicado a todos os Varzeanos que estão em outras cidades e estados do Brasil, e que sentem saudades de tudo de Bom que tem neste lugar (Várzea da Roça/BA). Fiquem a vontade para acompanhar ao máximo as notícias e informações aqui divulgadas. Aproveitem para ouvir a Rádio Ouricuri.
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

top ads

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA:

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO:

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA:

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MEIO AMBIENTE:

[MEIO AMBIENTE][stack]