FIQUE SABENDO! / Diretor da Ordem dos Músicos da Bahia critica falta de transparência nas arrecadações do Ecad: “uma quadrilha organizada”.

O chefe de gabinete da Ordem dos Músicos da Bahia, Boghan Gaboott, denunciou irregularidades no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição de Direitos Autorais (Ecad). De acordo com o músico, não existe transparência no processo de repasse dos valores arrecadados pela entidade.
O chefe de gabinete da Ordem dos Músicos da Bahia, Boghan Gaboott, denunciou irregularidades no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição de Direitos Autorais (Ecad)
Reprodução/Facebook
A Ordem dos Músicos vem lutando para fazer com que haja transparência com as arrecadações e repasse do ECAD. Eu posso afirmar, como autor, que o Ecad é uma caixa preta. Eu não tenho acesso realmente ao que o Ecad faz pra provar o que ele tem que me pagar”, diz Gaboot que chamou de “mixaria” a quantia paga pela entidade aos autores.

Minha música tocando no Carnaval para milhões de pessoas e o Ecad só me paga mixaria? Eu como autor passo dificuldades, tenho que trabalhar até hoje para pagar água e luz e os gestores do Ecad morando em condomínio de luxo, com carrões, quando na verdade eles são meus funcionários, já que eu sou o autor. Eles têm milhões nas mãos e parte desses milhões é meu. Falo isso em nome de todos os autores”, afirma.

Ainda segundo o chefe de gabinete, o Ecad fatura mais de R$ 400 milhões e não é fiscalizado pelo Governo.

Como é que desconta o meu imposto na fonte e o Ecad não pode ser fiscalizado? O autor é fiscalizado e o Ecad tem caixa preta? Eles usam o termo instituição sem fins lucrativos e arrecada anualmente mais de R$ 400 milhões e dizem que repassam o valor para os autores e o restante vai pra onde?”, questiona.

Não me sinto representado por essa instituição. Pra mim isso é um cartel, é uma quadrilha organizada”, acrescenta.

Em fevereiro deste ano, a prefeitura de Salvador entrou em acordo com o Ecad sobre os direitos autorais dos artistas que tocam nas festas públicas da capital baiana. Na ocasião, foi acertado o valor de R$ 2,8 milhões que seriam pagos em doze parcelas.

Por: Diego VieiraBocão News
Este espaço não tem, e nunca teve, fins lucrativos. As eventuais propagandas são veiculadas gratuitamente, isso quando acho que merecem divulgação. Diferente do que muitos pensam, não ganho e nunca ganhei nada por acessos e/ou outras formas, com exceção da Várzea Net, pois eles me fornecem a internet, e as vezes, bem eventualmente, recebo algumas pequenas doações. Faço esse trabalho com amor, e venho tentando, de alguma forma, desfazer o que a maioria da imprensa porca e parcial, da região, vem fazendo. Não acredito que uma imprensa que se diz imparcial fique ganhando de prefeituras e/ou de qualquer político para expor seus trabalhos ou até divulgar banners dos mesmos nesses sites e blogs ditos imparciais. Damos boas vindas e agradecemos a todos pela visita. Este site é dedicado a todos os Varzeanos que estão em outras cidades e estados do Brasil, e que sentem saudades de tudo de Bom que tem neste lugar (Várzea da Roça/BA). Fiquem a vontade para acompanhar ao máximo as notícias e informações aqui divulgadas. Aproveitem para ouvir a Rádio Ouricuri.
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

top ads

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA:

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO:

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA:

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MEIO AMBIENTE:

[MEIO AMBIENTE][stack]