MEIO AMBIENTE / Governo Bolsonaro cancela decreto que proíbe cultivo de cana na Amazônia

O Brasil cancelou a proibição de 10 anos de cultivo da cana-de-açúcar na Floresta Amazônica e nas zonas úmidas centrais, informou o Diário Oficial na quarta-feira, uma medida que ambientalistas criticaram como outro ataque aos ecossistemas sensíveis do país.

O Brasil cancelou a proibição de 10 anos de cultivo da cana-de-açúcar na Floresta Amazônica
Mayke Toscano/Gcom-MT
O governo disse que a decisão, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelos ministérios da Economia e da Agricultura, foi tomada porque o decreto de 2009 era obsoleto e outros instrumentos regulatórios, como a nova Lei Florestal e o programa RenovaBio, eram mais eficientes para esse tipo de supervisão.

Embora as áreas cultivadas com cana-de-açúcar estejam sendo reduzidas no Brasil, os grupos verdes temem que a cultura possa ser plantada em áreas recentemente desmatadas na Amazônia, a maior floresta tropical do mundo.

Ambientalistas declararam que a decisão foi mais um passo do governo Bolsonaro para reduzir as proteções para a Amazônia, cuja preservação é considerada importante para controlar as emissões de gases de efeito estufa.

O fim da proibição exporá a Amazônia e outras áreas vulneráveis à "expansão econômica predatória", disse o Observatório do Clima do Brasil, uma rede de grupos verdes, incluindo o Fundo Mundial para a Vida Selvagem, Conservação Internacional e outros, em comunicado.

Indústria da cana celebra decisão
O Unica, grupo brasileiro da indústria de cana, reagiu ao chamar a proibição ao plantio na Amazônia de anacrônica e disse que outras ferramentas, como o novo Código Florestal Brasileiro, são suficientes para regular as atividades agrícolas em áreas ambientalmente vulneráveis.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva introduziu a proibição no momento em que o etanol de cana estava sendo defendido como um biocombustível ecológico que ajudaria os países a reduzir suas pegadas de carbono. O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar.

A empolgação com as perspectivas do etanol levou a preocupações de que a expansão do cultivo de cana no Brasil pudesse levar ao desmatamento e ocupar terras que poderiam ser usadas para a produção de alimentos.

No entanto, o mercado não se ampliou. As exportações continuam limitadas, sendo o Brasil e os Estados Unidos os únicos países que produzem e usam etanol em larga escala. Em vez disso, a área plantada com cana foi reduzida nos últimos cinco anos, em parte devido aos baixos preços globais do açúcar.

O ex-ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que esteve por trás da decisão de Lula de introduzir a proibição, lamentou que reverter o decreto prejudicaria a imagem ecológica da agricultura brasileira.

"Essa decisão manchará a imagem do etanol brasileiro no mundo", escreveu Minc em uma postagem no Twitter.

Este espaço não tem, e nunca teve, fins lucrativos. As eventuais propagandas são veiculadas gratuitamente, isso quando acho que merecem divulgação. Diferente do que muitos pensam, não ganho e nunca ganhei nada por acessos e/ou outras formas, com exceção da Várzea Net, pois eles me fornecem a internet, e as vezes, bem eventualmente, recebo algumas pequenas doações. Faço esse trabalho com amor, e venho tentando, de alguma forma, desfazer o que a maioria da imprensa porca e parcial, da região, vem fazendo. Não acredito que uma imprensa que se diz imparcial fique ganhando de prefeituras e/ou de qualquer político para expor seus trabalhos ou até divulgar banners dos mesmos nesses sites e blogs ditos imparciais. Damos boas vindas e agradecemos a todos pela visita. Este site é dedicado a todos os Varzeanos que estão em outras cidades e estados do Brasil, e que sentem saudades de tudo de Bom que tem neste lugar (Várzea da Roça/BA). Fiquem a vontade para acompanhar ao máximo as notícias e informações aqui divulgadas. Aproveitem para ouvir a Rádio Ouricuri.
top ads

Nenhum comentário:

Obrigado pelo seu comentário. A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria e não troca de ofensas entre leitores. Comentários anônimos e com tons ofensivos, preconceituosos e que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site Val Bahia News.

top ads

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE VÁRZEA DA ROÇA:

[VÁRZEA DA ROÇA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA REGIÃO:

[REGIÃO][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA POLÍTICA:

[POLÍTICA][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO ESPORTE

[ESPORTE][stack]

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MEIO AMBIENTE:

[MEIO AMBIENTE][stack]